Tenho Horror!!!

Desabafos, lamentos, alegrias, palhaçadas... de tudo o que é feita a minha vida!!! tenhohorror@gmail.com

Friday, September 30, 2005

Tenho horror a... estar f&%$#"*

Sabem aqueles dias que parece que tudo nos acontece? Que o dia se tivesse mais horas mais merda acontecia? Daqueles dias que não é possivel acontecer mais coisas? Que se pudessemos o apagaríamos do calendário? Pois... o meu dia de ontem foi assim... A verdade é que a raiva ainda não me passou e sinto-me tipo bomba-relógio, prestes a explodir a qualquer segundo destes! Fiquei sem luz, alterei planos à última hora, fiz uma coisa quando na verdade me apetecia fazer outra, mas, não pude mesmo, mesmo, sem hipótese nenhuma fazer o que me apetecia, levei com ex-files que se sentem os maiores do mundo e cheios de confiança, magoei um amigo sem me dar conta, deitei-me tarde, sem ser na minha casa, na minha cama, no meu quarto.... quando eu queria mesmo era estar no meu canto... Às vezes gostava de poder fazer como nos desenhos animados, se tivesse poderes mágicos... PLIM... ficava com luz em casa, PLIM não tinha que alterar planos, PLIM, fazia o que me apetecia, PUM (isto era mais uma granada, note-se!)... acabava com os ex-files... PLIM não magoava um amigo... TÁTÁTÁTÁTÁTÁTÁ ia-me divertir com uma metrelhadora para aliviar o stress... Era tudo tão mais simples!!
Agora corro o sério risco de não ter luz durante o fim-de-semana, tenho que me desculpar milhões de vezes com o meu amigo (já comecei... é verdade!), vou levar com o mau humor de algumas pessoas...
Como se não bastasse fui agora ao café aqui do lado onde vi uma revista que na capa tinha o Sr. Armando Gama e Sra. Dª "Valentona" Torres em que o Sr. dizia: "Se ela emagrecesse era óptimo"... Acham que um liquidificador aqui seria suficiente?

Wednesday, September 28, 2005

Tenho horror a ... nostalgia parte 2!!!

Estou a melhorar!! Hoje acordei às 06.30h... mais meia hora do que o que tem sido normal esta semana... Quando estava a fazer horas para ser uma hora decente para me levantar e ir para o banho estive a pensar numa data de coisas, quando dei por mim lembrei-me do Juá!!! Lembram-se do Juá? Que dava montes de brindes a quem o comprava? Eu confesso que nunca tive sorte, bem chagava a cabeça à minha Mãe, para, em vez de comprar o Skip, comprasse o Juá, ou porque trazia um relógio com bonecos, ou porque tinha réguas e esquadros bem giros para escola, brinquedos para construir, mas não, a minha Mãe nunca cedeu... tenho para mim que seria por causa da qualidade do dito, não tenho bem a certeza!! Apartir daqui foram um reboliço os meus pensamentos, lembrei-me de uns chocolates que eu adorava que se chamavam TAXI, outros que agora não me lembro o nome (se alguém souber, por favor refresque-me a memória) que tinham um papel cor-de-rosa e um recheio magnífico, os ratos de chocolate com fio de prumo a fazer de rabo (ou será fio de nylon? Talvez seja mais isto!), os desodorisantes "Printil" que tinham cheiros de fujir a sete pés, e.... já eram horas, tive que ir tomar banho, mas fiquei a pensar nisto... Dantes havia montes de coisas que gostavamos (ou não), mas que toda a gente falava e que, de repente, deixaram de existir... Alguém se lembra de mais alguma coisa que valha a pena referir?

Tuesday, September 27, 2005

Tenho horror a... empaturrar-me!!!

Sinto-me um bocado estupida! Acabei de almoçar agora, e, como tomei o pequeno almoço práticamente de véspera (sim, porque não sei o que me anda a acontecer, há já 2 dias que acordo sem mais nem para quê às 06.00 da manhã e não consigo dormir mais) fartei-me de comer... Uma chamuça bem puxada logo para começar, depois rancho que era um dos pratos do dia ( o outro era qualquer coisa com atum...) e a seguir um semi-frio de chocolate branco com molho de morangos... E agora estou aqui, com uma vontade enorme de me deitar a dormir! Já sabia que ia dar nisto.. não me apetece fazer nada!
Porque é que o ser humano é assim? porque é que eu, mesmo sabendo que isto me ia acontecer, me empaturrei de comida? Tá bem que tinha fome, mas não precisava de exagerar... E como é que eu vou fazer para queimar as esnergias? Lá terei que esperar pela hora de sair daqui e ou ir correr ou andar de bicicleta... ou assim... E como é que eu faço para não adormecer até à hora de saída??? Isto está bonito! Está está!

Tenho horror... a Televisão Portuguesa parte 2!!!

Ontem sozinha em casa, a tentar recuperar do mau humor, liguei a televisão enquanto jantava... (pronto, fazia que jantava, torradas, leite...). No canal 1 um concurso de televisão com o Sr. Jorge Gabriel, onde o concorrente respondia assim: "Bom... não tenho a certeza, talvez seja.... não sei, eu se tivesse em casa sabia...", e meus amigos não fazem ideia o tempo que isto durou, no canal 2 a hora Discovery para os miúdos, bem giro, mas não era isto que me apetecia ver, na SIC uns homens vestidos de mulheres, com as sobrancelhas depiladas e tudo depilado, todos juntos numa casa, a dizer mal uns dos outros tal e qual as comadres (o que é isto? estará tudo louco?) e na TVI a Sra. Dª Valentina Torres, com tudo a discutir, uns a chorar, outros a gritar... NÃO ENTENDO!!! Mas pior é que as pessoas veem e gostam e continuam a ver... E a seguir a isto tudo, 32 novelas seguidinhas que é para relaxar!! E filmes? E coisas interessantes? Cadê? Será que o povo português se singe a novelas, reallity shows, concursos entediantes, publicidade de toques e imagens para os telemóveis e afins? Será que sou eu que sou uma esquisita e tenho sempre que dizer mal?? É que muito francamente não me parece... Parece-me isso sim, que a qualidade da nossa televisão está a baixar que é uma coisinha parva e o povo gosta é disso!!!
NÃO ACHO ISTO NADA BEM!!!

Monday, September 26, 2005

Tenho horror a... estar desatinada parte 2!!

Hoje estou de mau humor... imprópria para consumo, completamente desatinada!! Bem sei que tem sido assim, há já uns dias, mas hoje... Credo! Até tenho dificuldade de me aturar a mim própria, o que, não é nada bom! Sim, porque se eu não me aturo quem o fará? A verdade é que tive um fim de semana como não estava a contar... na sexta feira tive um noite óptima, mesmo boa, o pior foi nos dias seguintes... sábado um sofrimento, domigo uma festa de ano de miudos logo de manhã... Há que convir que mata qualquer um, depois uma noite mal dormida, uma manhã de segunda feira com obras mesmo ao lado do local de trabalho... enfim, uma barulheira pegada!! Não tenho sossego!!! Isto sem falar nuns melgas que teimam em ligar-me, mandar 500 mensagens por dia, se eu já disse que não me apetecia, porque é que continuam nesta vida? Terei feito mal a alguém? E aquelas pessoas que era suposto ligarem e não o fazem? Está tudo ao contrário, não percebo nada disto...
É por estas e por outras que ontem em conversa com a Cucha falamos em mudar de cidade, sim, sim, deixar tudo aqui e começar uma vida nova não-se-sabe-bem-onde, até o mapa fomos buscar e até já escolhemos 2 destinos, um em Portugal outro fora do país!! É só uma ideia, que, muito francamente não me parece que consigamos por em prática, no entanto ficam os sonhos e a vontade... É bem certo que até já escolhemos a cor da casa que queriamos e tudo.... Isso é que era!!

Friday, September 23, 2005

Tenho horror a ... não querer!!

Não quero!! Não pode ser... outra vez não!!! Não quero e pronto!!! Ninguém tem nada a ver com isso... e o blog é meu, e eu não quero!!! Não!

Tenho horror a... meia estação!!

Estamos numa fase do ano que me irrita particularmente, apenas por um simples motivo... Não sei o que se veste nem se calça nestas alturas!!! Mas vejamos se consigo explicar assim à maneira.. De manhã está um frio de rachar, nevoeiro, húmido, a meio da manhã, vem o sol, logo começa a aquecer e mantem-se assim até ao sol se por, e claro está, à noite está "grizo" outra vez. O que me preocupa é nos dias que venho trabalhar, porque acordo cedo, tomo banho e depois... "apetece-me vestir aquela t-shirt" e lá vou eu procurar, quando encontro o que procuro (pois, porque isto nem sempre acontece!)penso: "acho que vou ter frio, o melhor é levar qualquer coisa para por por cima"... É AQUI QUE COMEÇA O PROBLEMA.. Vou por por cima o quê? as camisolas ainda são quentes, os casacos pesados, ficam mal, casaquinhos de algodão não pode ser porque é a mesma coisa que não trazer nada, então tenho que apostar nas camisas, mas as camisas se são de verão ou não têm mangas ou têm manga curta, se são de inverno morro de calor... E os sapatos?? Sandálias já nem pensar, é que o meu pézinho de sereia se apanha uma corrente de ar fica constipado e é uma sensação horrivel andar de pés frios,as sapatilhas são a melhor solução... mas e quando não posso por sapatilhas?? Ou porque não devo, ou porque não é suposto, ou simplesmente porque não me apetece? Botas não pode ser, convém ainda não exagerar, os mocassins darão para isto? Mas e se chove? Vou molhar os pézinhos?? Que grande chatice!!! Ou bem que é inverno ou bem que é verão, agora assim lusco fusco é que não pode ser... fico baralhada!!! ALGUÉM TEM O NUMERO DE TELEFONE DO S. PEDRO?

Thursday, September 22, 2005

Tenho horror a ... situações anormais!

Ontem aconteceu-me uma coisa muito estranha, quando estava a chegar a casa depois de um dia de trabalho, entro na garagem do prédio e, pela primeira vez desde que lá moro (precisamente há 12 anos!) não estava um único carro na garagem, o que é um pouco estranho para um prédio de 13 andares, só me lembrava do Tom Cruise no Vanilla Sky... "abre los ojos".... "abre los ojos"... Que esquisito!! Será que os meus vizinhos fizeram uma festa de fim de verão e não me convidaram?? Será que não gostam de mim? Será que foi feita a limpeza das garagens e ninguém me avisou??... Terão sido todos raptados? Ou assaltados?... Ou assim? Não entendi muito bem, então, e como fiquei meia preocupada, resolvi ir à minha caixa do correio para ver se teria alguma circular do condomínio a avisar para algum acontecimento que teria lugar na garagem.... NADA, só contas e publicidade!!
Assim que cheguei ao meu andar, toquei na porta da minha vizinha do lado esquerdo, não atendeu, depois toquei na porta da vizinha do lado direito, também tive a mesma sorte. Resolvi resignar-me e ir para casa arranjar-me para ir jantar fora, mas ainda assim não conseguia deixar de pensar no estranho da situação...
Quando já estava pronta sair, bati a porta, fechei à chave e chamei o elevador e de lá sai uma das minhas vizinhas, devidamente acmpanhada pela sua mãe, que me pergunta "Oh Ana, sabe se aconteceu alguma coisa nas garagens? Só lá vejo o seu carro!"... Pois, não sei, não consigo explicar... NINGUÉM NUNCA ME DIZ NADA!!!
Mas bom, resta-me o consolo de hoje de manhã já lá estarem alguns carros... Não devem ter sido os Et´s... o mais provavel é ter havido uma rave e ninguém me convidou..nem à minha vizinha!

Tuesday, September 20, 2005

Tenho horror a... tempos modernos!

Elogio ao amor (Miguel Esteves Cardoso - Expresso )

"Há coisas que não são para se perceberem. Esta é uma delas. Tenho
uma coisa para dizer e não sei como hei-de dizê-la. Muito do que se segue pode
ser, por isso, incompreensível. A culpa é minha. O que for incompreensível não
é mesmo para se perceber. Não é por falta de clareza. Serei muito claro.
Eu próprio percebo pouco do que tenho para dizer. Mas tenho de
dizê-lo. O que quero é fazer o elogio do amor puro. Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita
amar sem uma razão. Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. Porque são colegas e estão ali mesmo ao lado.
Porque se dão bem e não se chateiam muito. Porque faz sentido.
Porque é mais barato, por causa da casa. Por causa da cama. Por causa das cuecas e
das calças e das contas da lavandaria.
Hoje em dia as pessoas fazem contratos pré-nupciais, discutem tudo de
antemão, fazem planos e à mínima merdinha entram logo em "diálogo". O amor
passou a ser passível de ser combinado. Os amantes tornaram-se sócios.
Reúnem-se, discutem problemas, tomam decisões. O amor transformou-se numa variante psico-sócio-bio-ecológica de camaradagem.
A paixão, que devia ser desmedida, é na medida do possível. O amor tornou-se
uma questão prática. O resultado é que as pessoas, em vez de se apaixonarem de verdade, ficam "praticamente" apaixonadas.

Eu quero fazer o elogio do amor puro, do amor cego, do amor estúpido,
do amor doente, do único amor verdadeiro que há, estou farto de conversas,
farto de compreensões, farto de conveniências de serviço.
Nunca vi namorados tão embrutecidos, tão cobardes e tão comodistas
como os de hoje. Incapazes de um gesto largo, de correr um risco, de um rasgo de
ousadia, são uma raça de telefoneiros e capangas de cantina, malta do "tá bem,
tudo bem", borra-botas, matadores do romance, romanticidas.
Já ninguém se apaixona? Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade
sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é
como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?
O amor é uma coisa, a vida é outra. O amor não é para ser uma ajudinha.
Não é para ser o alívio, o repouso, o intervalo, a pancadinha nas costas, a
pausa que refresca, o pronto-socorro da tortuosa estrada da vida, o nosso
"dá lá um jeitinho sentimental".
Odeio esta mania contemporânea por sopas e descanso. Odeio os novos casalinhos.
Para onde quer que se olhe, já não se vê romance, gritaria,
maluquice,facada, abraços, flores. O amor fechou a loja. Foi trespassada ao pessoal da pantufa e da serenidade. Amor é amor. É essa beleza. É esse perigo. O nosso amor não é para nos compreender, não é para nos ajudar, não é para nos fazer felizes. Tanto pode como não pode. Tanto faz. É uma questão de azar.
O nosso amor não é para nos amar, para nos levar de repente ao céu, a tempo
ainda de apanhar um bocadinho de inferno aberto.
O amor é uma coisa, a vida é outra. A vida às vezes mata o amor. A "vidinha" é
uma convivência assassina. O amor puro não é um meio, não é um fim,
não é um princípio, não é um destino. O amor puro é uma condição.
Tem tanto a ver com a vida de cada um como o clima. O amor não se percebe.
Não é para perceber. O amor é um estado de quem se sente. O amor é a nossa alma.
É a nossa alma a desatar. A desatar a correr atrás do que não sabe, não apanha,
não larga, não compreende. O amor é uma verdade. É por isso que a
ilusão é necessária. A ilusão é bonita, não faz mal. Que se invente e minta e
sonhe o que quiser. (...)"
Minha gente.. não posso concordar mais com este senhor, a verdade, é que, nos tempos que correm tudo parece ser descartável.. até mesmo os sentimentos, as emoções, as pessoas... enfim!

Monday, September 19, 2005

Tenho horror a... estar sozinha!!

No fim-de-semana, mais precisamente no sábado à noite, depois de uma tarde estafante a passear pela "imbicta" (sim, porque tive de ir experimentar a nova linha amarela do metro) estive a ver um episódio do "Sexo e a Cidade", que, como não podia deixar de ser falava de relações... e de como nunca estamos satisfeitos com o que temos... É certo que não precisava de ver este episódio para saber isso, mas, claro está, fez-me pensar! Não tenho culpa, sou mulher e como mulher que sou ligo o complicómetro e aí vou eu...
A verdade é que me sinto sozinha, às vezes completamente sozinha, mesmo rodeada de amigos e "parentes", e depois, quando tenho namorados acho sempre que falta alguma coisa... ou é meigo demais que lhe chamo lapa, ou é completamente desprendido e eu ando feita parva a ver se consigo meia hora de atenção, ou porque estão longe e não podemos estar juntos quando queremos, ou porque não me apresenta os amigos, ou porque não gosto dos amigos dele e tenho que levar com eles.... CHIÇA!!! Isto não é fácil... Mas o que mais me preocupa é quando tudo está bem, tudo óptimo, damos e recebemos na mesma proporção aqui penso sempre "quando a esmola é muita o pobre desconfia..", e claro, é para desconfiar porque não passa de uma maneira de o caçador (gajo) prender a presa (eu, gaja, portanto!), e como qualquer outro ritual de acasalamento, é tudo brincadeirinha... Mas o curioso da questão é que só te dás conta quando já não há nada a fazer, "meaning" que, quado, finalmente te sentes confortável, e deixas as ideias de to good to be true... PAU!!! levas na tromba!! Era tudo a brincar...
É por estas e por outras que este fim-de-semana, resolvi pegar nas coisas do meu enxoval (imagine-se enxoval aos 31 anos!!) e por tudo a uso!!!

Tenho horror a ... Valentina Torres!!!

Ontem fui jantar e dormir a casa da Cucha... praticamente arrastada, é certo, porque o astral não era o melhor! Resolvi desligar os telefones... não estava para ninguém.. Jantamos e fomos sentar-nos no sofá, a televisão sem som e a música ligada, começámos a conversar e lembramo-nos da Xana... Que saudades da Xana!!! Há que ligar-lhe, gargalhadas, parvoíces... até que a Xana nos diz que está a ver o primeiro programa da "1ª companhia" na TVI e que entra a Valentina Torres!!! A Sra. Dª Valentina Torres... uma verdadeira meda!! A senhora tem à vontadinha 348 kilos em cada perna... completamente deformada... Comecei de imediato a imaginar esta personagem a fazer flexões, a correr, fazer o pino... mas não consegui, a minha imaginação é fértil, mas não a esse ponto!
O que será que deu à mulher do Armando Gama (linda linda esta balada que te dou...) para concorrer a um programa deste género? Será que ela pensa que assim é capaz de emagrecer 2 ou 3 kilos? Será que foi o próprio Armando Gama a querer que ela fosse porque já não há carteira que aguente as idas ao supermercado?
Enfim... Valentina Torres ao poder!!!

Friday, September 16, 2005

Tenho horror a... prazos de validade!

Os prazos de validade existem, estão lá em todos os produtos consumiveis que compramos, mas eu, muito honestamente nunca percebi como funcionam!! Tomemos como exemplo o iogurte! Aí vamos nós a um qualquer supermercado, compramos tudo o que precisamos do nosso rol de compras que inclui um pack de 4 iogurtes Adágio de chocolate com pepitas de chocolate preto que tem como prazo de validade dia 28 de setembro, comemos 3 iogurtes antes da data, e, no dia 29 de setembro apetece-nos comer o 4º.. O que fazemos? Será que à meia noite do dia 29 o iogurte grita "malta... bora lá estragar o iogurte à gaja!", ou será que, por sermos simpáticos dura mais um dia ou dois? Em que é que os fabricantes se baseiam para projectar assim a validade dos produtos? E quem me garante que no dia 27 já não estará o iogurte estragado e pronto para nos causar uma intoxicação alimentar das boas?
Também há aqueles dias que nem nos lembramos de tal coisa, e consumimos produtos que já "expiraram" há bastante tempo e não nos acontece nada! Há uns dois anos em minha casa a Xana resolveu comer um pote de papas de fruta para crianças da blédina, sim, porque eu gosto e tenho sempre na minha dispensa, depois de comer tudinho, a Xana resolveu ver o composição das ditas papas, e, eis senão quando viu que o prazo de validade tinha passado há quase 3 anos... Instalou-se o pânico... mas... não serviu de nada, porque não lhe aconteceu nada, soube-lhe bem e sentou-se sempre bem!!! Isto sim!! Isto é que é!!!
Senhores-que-fazem-as-papas-de-fruta-blédina, o meu muito obrigada por não me terem morto a minha amiga na minha própria casa, obrigada por não ser preciso ligar nenhuma aos prazos de validade e obrigada por podermos confiar nos vossos produtos!! Um imenso bem haja!!!

Thursday, September 15, 2005

Tenho horror a... pássaros!

Ontem, depois de passear no blog de um companheiro blogger de seu nome K@, e depois de ler o seu último post que falava de uma fobia, resolvi também partilhar convosco a minha fobia!
Então cá vai... para que conste eu tenho fobia a pássaros!! Pássaros de todos os tamanhos e feitios, desde os que são guardados nas gaiolas às avestruzes. Suponho que tudo começou quando tinha eu 5 anos e a minha irmã resolveu deixar-me estar a ver o filme "Os Pássaros" , nunca mais fui a mesma apartir daqui! Comecei por fazer escândalos no "parque de las palomas" em Sevilha e nunca mais parei... São indiscritíveis as figuras que faço na rua, quando apanho aquelas verdadeiras "romarias" de pombas desesperadas por um bocadinho de pão ou milho... Para não gritar desesperada, corro, ponho o casaco na cabeça, enfim! O pior é que eu sei que a maioria destes animais são inofensivos, tenho consciencia disso, mas não consigo evitar o pânico que sinto, é perfeitamente incontrolável... Há pessoas que me perguntam se é por causa das penas, mas não, eu acho que é o bico e aqueles olhos redondos sem expressão que teem um certo ar ameaçador e depois há alguns que são feios, muito feios, horriveis, com bicos enormes e afiados e com penas pretas à volta dos olhos.. Aiiiiiii que horror!!! E quando começam a voar? A dar às asas? Isso é que é mau, é que se tiverem quietinhos no canto deles, eu passo despercebida e tudo está bem, mas se começam a dar às asas "pernas para que vos quero"!
Precisava de ajuda para resolver este problema, não sei o que fazer... Será que alguém sabe como se tratam este tipo de fobias?? Por favor, ajudem-me!!

Wednesday, September 14, 2005

Tenho horror a... finais felizes!!!

Ontem passei o meu serão com a Susana... Tão agradável que foi!!! Jantamos bem, bebemos melhor (Mateus Rosé fresquinho fresquinho!!!), conversamos muito rimo-nos mais ainda, comemos pernas-de-pau, e, resolvemos, ao fim da noite, ver o final de uma novela... mas para que é que vemos isto?? Até fiquei deprimida, muito francamente. é que acaba sempre tudo bem, o mau morreu, os bons ficaram todos felizes e contentes, lado a lado com o amor da vida deles, no trabalho que gostam, na terra que gostam, enfim, uma alegria!!! Eu bem sei que é só uma novela e tem que ter um final feliz, mas convenhamos que deprime qualquer um!!! É que não é nada não é nada, mas uma pessoa como eu com a vida de cabeça para baixo não deve ver estas coisas... E se eu acredito? E se eu acho que a fase má que dura... dura..dura... dura... tal e qual as pilhas duracell eventualmente vai acabar? E se eu acredito que pode acontecer comigo?? Tá mal!! Estas coisas não deviam passar na televisão em horário nobre!! Sim, é porque, como eu deve haver muita gente... e agora todos acham que vão ter uma vida maravilhosa, rodeada de pessoas fantásticas e cheis de sucesso...
PÁ... LIGUEM-ME AO DIRECTOR DE PROGRAMAS, QUERO O LIVRO DE RECLAMAÇÕES!!!!

Tenho horror a... não falar dos meus amigos parte 8!!

Tó!! O meu "primo" Tó!! Não é meu primo nem nada que se pareça... mas é como se fosse da familia.. Lembro-me dele desde que me lembro de mim... primo dos meus primos, crescemos juntos... Tem exactamente a minha idade!! (portanto, temos os dois 18 anos...)
Por volta dos 14 anos, quando as feromonas se manifestam pela primeira vez "ever" tivemos um namorico, daqueles de andar de mão dada, amores de verão!.. Mas a coisa lá passou, tudo voltou ao normal!!! É certo que fui eu que levei com os pés mas ainda assim continuamos amigos...
Há mais ou menos 3 anos, o Tó foi trabalhar para o Algarve, e numa semana de férias que tive em Maio fui lá estar com ele... é verdade que o desgraçado estava a trabalhar e eu durante o dia ia para a praia, só estavamos juntos à noite... serviu para pormos a conversa em dia, ver filmes, beber um bocadito para além da conta, divertirmo-nos... enfim, uma semana recheada de coisas boas, mas tudo dentro da normalidade!! Ele tinha uma namorada nova, ou quase nova, nessa altura... Eis senão quando há uns meses atrás o Tó me liga para me dar uma novidade... "Vou-me casar!". Não nego que nos primeiros 3 segundos fiquei em estado de choque, mas passou-me rápido, veio lá a casa estivemos a conversar muito, e eu rapidamente me apercebi do estado de nervos dele, acho que era o peso da responsabilidade nos ombros!!! Fui a primeira pessoa a ser convidada para o casório, como podem ver um verdadeiro orgulho!!! No entanto, por algumas vicissitudes que nã interessam para o caso, não vou estar presente neste dia tão importante na vida do Tó... e tenho pena, muita pena, porque adoro o "meu menino"!
Devo dizer que o Tó é das pessoas mais honestas que conheço, com princípios e valores, sempre fiel a si próprio e amigo do seu amigo!.. Como defeito.... bom, acho que lhe falta um bocadinho muito pequenininho de confiança nele próprio!
Tó, não sei se vais ler este post inteiramente dedicado a ti, mas quero que saibas que te desejo o melhor do mundo, que sejas muito muito feliz, e como já deves saber, podes contar sempre comigo, para o que der e vier!!! Adoro-te!! E no sábado, à horinha do teu casório vou estar a pensar em ti com muita força para sentires que estou lá contigo!!

Tuesday, September 13, 2005

Tenho horror a ... veraneantes!!!

Hoje vou falar-vos de férias!!! Não de férias em si, mas de veraneantes, os típicos que os há por todo lado! (devo aqui agradecer ao Ricardo por me ter dado uma luz, é que às vezes as ideias varrem-se-nos e valha-nos os amigos!!! Obrigada Russito!!)
Ora, estes veraneantes, que, como eu dizia, se reproduzem, são mais que as próprias mães, e, iguais em todo o lado! Senão reparem, vão em familia, normalmente, o pai, a mãe, e 1 ou 2 filhos (já para não falar dos sogros, cunhados, namorados e namoradas dos filhos, and so on...). Como vestimenta adoptada para as férias, o pai, chefe de familia, leva a sandaleca de borracha (ai as "sendálias"), calções com 38 bolsos, por dentro dos calções a sunga azul cueca, a t-shirt do clube recreativo da terra natal e um boné geralmente do clube do coração,pousado na cabeça (sim, sim, disse pousado!!), como acessórios, temos o rádio para ouvir o relato encostado ao ouvido e a pochete, portanto um verdadeiro macho! A mulher, esposa, mãe e sogra, vestida simplesmente com uma bata que aperta à frente, as havaianas de salto enfiadas nos cascos com as unhas pintadas de vermelho (mas pintadas já no ano anterios, claro!), um chapéu de palha na cabeça com uma fita a dizer "algarve" e o verdadeiro fato de banho quase até aos joelhos.. aqui convém referir que a bata nunca se tira, nem na praia, puxa-se para cima para apanhar sol nas pernas (mas muito pouco por causa da má circulação). Os rebentos esses, são muito modernos, cabelos com uma única madeixa, bikinis ou calções da moda e nunca por nunca se esquecem das raquetes para jogar na praia e divertirem-se enquanto dão cabo dos nervos a uma pessoa normal que está a tentar descontrair (mas claro, é missão impossivel que o barulho "tac tac tac tac tac " é verdadeiramente irritante!!) e também nunca se esquecem do rádio com cassetes SUPER MIX 8 com as músicas da moda para ouvirem aos gritos...
Convém ainda referir, que, como boas pessoas que são levam o cão (normalmente um caniche ou afins, preso por uma trela que amarram ao guarda sol, e, claro, volta e meia lá anda tudo em reboliço atras do cão e do guarda sol, e das toalhas, que o desgraçado do animal, a sofrer de calor, ao tentar escapar-se e dar o grito do ipiranga, leva tudo com ele...
Enfim, é por estas e por outras que eu sou apologista das multas, multas por poluição sonora, poluição visual.... e tudo e tudo e tudo!!!

Monday, September 12, 2005

Tenho horror a ... discrepâncias!!

Ainda dizem que não há dinheiro, que os preços não param de subir... A verdade é que na sexta feira quando estava a chegar a casa ao inicio da tarde, percebi que abriu um stand da CORVETTE um pouco abaixo da minha casa, que carros mais lindos!!!... Devia ser a inauguração, grande festa, pessoas bem vestidas, acepipes e à porta do stand... parecia um outro stand de carros de luxo, um ferrari F50 amarelo ( porquê, meu Deus, porquê?), 2 ou 3 BMW´s série 7, Jaguares aos pontapés, Lexus... enfim... carros que eram uma coisinha parva e a maioria deles bem mais caros que a minha casa!! Agora pergunto eu, que sou leiga neste assunto, toda a gente se queixa que a vida está dificil, que não se lembram do dinheiro não esticar até ao final do mês como agora, sempre a subir os impostos (então o Imposto Automóvel é uma coisinha parva!!)... e ainda por cima abrem stands de carros de luxo??
Há aqui qualquer coisa que não está a bater certo, ou então estamos a ficar como o brasil, apenas com 2 classes sociais os muito pobres e os muito ricos... Não se percebe..
É bem certo que dá um certo estilo à minha rua, não nego, no entanto estas discrepâncias fazem-me pensar se valerá a pena! Já entendi que gente para gastar em dinheiro em carros como quem gasta em arroz, não falta por aí, não posso é concordar!! Mas isto, sou só eu que digo!!!

Friday, September 09, 2005

Tenho horror a... não saber o que fazer!!!

A mim cada vez mais me parece que os fins-de-semana estão mais pequenos... dá-me ideia que me deito na sexta feira à noite e acordo na segunda!!! O que é bom, passa tão depressa não é? Não acho isto bem, não posso concordar com isto... Haviamos de trabalhar 4 dias e descansar 3... e isto... a correr mal, porque a correr bem....era precisamente ao contrário!!
Para mim, a melhor "altura" do fim de semana é mesmo a sexta à noite, mas, como não à bela sem senão, muitas vezes estou cansada e não me apetece sair, depois, claro, fico sempre arrependida, porque lá passou mais um fim de semana e eu não fiz nada!! Mas bom, não há nada a fazer....
Ainda não sei o que vou fazer hoje, ainda por cima com este tempo ranhoso, chuva, escuro como breu, enfim, um típico dia de inverno em pleno verão... Não está certo isto!!
Amigos, aceitam-se sugestões para "o que fazer esta sexta-feira à noite!"

Thursday, September 08, 2005

Tenho horror a... ser ludibriada!!

A verdade é que somos ludibriados todos os dias!! Desde que acordamos até que nos vamos deitar... no rádio com anuncios a detergentes milagrosos que "matam" qualquer gordura ou nódoa, na televisão com novos "preparados" para emagrecer em duas horas enquanto dorme e tcharam... "a silhueta" com que sempre sonhou, quando nos cruzamos com os vizinhos no elevador que apresentam sempre caras alegres e bem dispostas nem que sejam 6 da manhã e estejam a sair para trabalhar, quando vamos a um restaurante, a qualquer loja de produtos para o cabelo que "chegou um produto novo esta semana que é ideal para o seu cabelo", as promoções do "leve 3 e pague 2", compre carro sem juros.... GRANDE TANGA!!! Não é outra coisa senão uma grande tanga... tanguinha da Jamaica!!
Mas com isto posso eu bem, até já nem ligo e às vezes até compro as tão faladas "promoções do leve 3 e pague 2", contente e satisfeita.... O que me põe "fora de si" são mesmo as pessoas de quem gostamos, com quem temos relacionamentos mais ou menos chegados, que, de repente, sem saber ler nem escrever dão-nos a volta ao miolo! Com isto é que eu não concordo! É isto que me faz mal...
É certo que estou a ter um desabafo, nem sei bem o que estou a escrever, mas está a saber-me bem...
A questão é muito simples, porque é que ainda me custa? Porque é que, depois de me acontecer seguido algumas vezes continua a afectar-me? Será que é um compleau destas pessoas contra mim? Porque é que me fazem todos a mesma coisa tendo eu, de todas as vezes dado o meu melhor? Não chega? O meu melhor não chega?? Lamento imenso, não sei agir doutra maneira, não sei fazer de outra forma!!
Estou-me a sentir a fervilhar de energia, apetece-me insultar "uns poucos"... ( e acho que estou a beber água com detergente... blarg... sabe a perfume!! Às tantas é isto que me está a fazer fervilhar... é melhor deitar fora este copo e ir buscar outro... digo eu!)... mas vai-me passar este momento de raiva espumada verde que estou a sentir agora... mas agora expliquem-me, será certo ludibriar os amigos? Faz bem a quê?

Tenho horror a... ter saudades parte 2!

Hoje sinto saudades, muitas saudades... tenho saudades do Joni, o meu amigo/irmão que está em formação na mouraria, do Ricardo que já nem me lembro quando foi a última vez que o vi, dos meus pais que estão de férias, do meu irmão Paulo... algures, do Celso, também de férias, do Tiago em Estremoz, do God talvez à deriva no meio do mar... da Xana, em Coimbra.... ffffuuuu.... não sei se gosto de sentir saudades! Principalmente quando não há nada a fazer para mudar isso... Não me posso multiplicar e ir visitar toda a gente!!
E o pior é que estava mesmo a precisar de estar com esta gente, acho que me ia fazer bem... O meu astral não está nos melhores dias como já devem ter percebido..
E como tenho muito que fazer, aqui vou eu trabalhar!

Wednesday, September 07, 2005

Tenho horror a... teorias parte 3!!!!

Esta é a que eu mais gosto, indubitavelmente!!! Chama-se a "teoria-do-elemento-que-apodrece", esta merece uma explicação "comme il faut" e uma pequena alusão à pessoa acerca da qual eu e a Cucha desenvolvemos esta teoria....
Pois então havia um rapazinho chamado João, muito bem parecido, lavadinho, cheirosinho, de boas familias que gostava muito de mim (e atenção que isto já foi há uns largos anos!), enfim, o típico menino que seria o sonho de qq mulher, no entanto reparei bem depressa, que isto era um presente envenenado, senão vejamos... Depois de muito insistir, eu lá concordei com o João que iamos então tentar um relacionamento... foi logo uma alegria para todos, e muito honestamente até para mim, mas, eis senão quando, ao fim de "meia semana" de um suposto namoro, o gajo (sim, porque não o posso chamar por outro nome!)pede-me em casamento.... Depois da natural perplexidade, da vontade de rir,... sei lá bem mais o quê, respondi, ainda tentanto manter uma postura séria "ainda não é altura, João, temos que nos conhecer melhor", mas o João levou a mal, "riste-te de mim"... mas o que é que ele queria que eu fizesse? Que lhe dissesse "sim, vamos casar" e 3 dias depois o mandasse pastar? Mas enfim... lá continuamos mais uns dias até que ele me disse "não gosto que andes com essa camisola, é muito curta"... ERRO NUMERO 2!!!! Então ele vai-me dizer a mim, Ana Maria, para eu não usar não sei o quê? Passou-se... só não usei essa camisola todos os dias porque tinha que ir lavar uma vez por outra... portanto isto começou assim e escusado será dizer que ao fim de 2 semanas e meia o João foi à vida dele e eu à minha...
Enfim, portanto o João é o chamado elemento que apodrece, ou seja, passa de verde a podre, não tem a fase de amadurecer e nem a fase madura... para além de, minar a fruta toda, sim, porque um fruto podre ao pé de fruta boa estraga tudo!!!
E aqui teem a teoria do elemento que apodrece!!!

Tuesday, September 06, 2005

Tenho horror a... teorias parte 2!!!

Ontem fui dormir a casa da Cucha!! Já lá não ia há montes de tempo, por isso resolvemos por a conversa em dia , bem, foi de ir às lágrimas, porque, como sempre, a dada altura começámos a avacalhar... Eis senão quando a Cucha desenvolveu mais uma teoria das nossas que é a teoria do "lixo debaixo do tapete", ou seja, "ele está lá mas não se vê bem", mas para que percebam melhor eu dou um exemplo... Imaginem que estão numa fase da vossa vida que percebem que algumas das pessoas que vos rodeiam não interessam nada, ou se interessam, não é assim muito, então o que se faz?? Fazem a devida limpeza, varrem as pessoas, aquelas que menos interessam vão logo logo para o contentor do lixo, e, aquelas que convém manter o contacto vão para debaixo do tapete... portanto estão lá, mas não se veem bem!!! E é assim... apartir de hoje vou dar-vos a conhecer algumas das teorias desenvolvidas por nós... Fiquem atentos!

Thursday, September 01, 2005

Tenho horror a... Gripes!!

Hoje acordei bem disposta... a muito custo, é certo, porque deitei-me um bocadito tarde, mas bem disposta e pronta para o novo dia!! Mas de repente, não sei o que me aconteceu, está a começar a doer-me a garganta, dói-me o corpo, sinto-me quente.... e tenho arrepios! Não quero acreditar que vou ficar doente, não posso, é impossivel, tenho o casamento da minha prima mais linda no sábado, tenho que ir, e para além de ter que ir, tenho que estar fresca, bem de saúde, bem disposta, além de tudo vou ler na cerimónia... e quer dizer... não convém nem ir com voz de bagaço, nem com tosse... nem nada!! O vestido maravilhoso, as sandálias, a pochete, a echarpe... tudo pronto!!! Até o cabeleireiro está marcado... Como é que vou fazer isto? Entupir-me de vitaminas e antibióticos?? Levar shots de penincilina?? SÓ ME FALTAVA MAIS ESTA!!!
É sempre isto!!! Só a mim!! Se soubessem o monte de vezes que eu deixei de fazer coisas combinadas há décadas, ir a sítios especiais, ver concertos, só porque a #"$%&"! da gripe, ou amigdalite resolveram dar o ar da sua graça, até choravam, só de pena de mim!!!
Enfim, tenho que me resignar... já devia saber que não sou bafejada pela sorte!! Mas tá tudo!! Eu aguento, eu sou forte!!!